Pacote de 17 obras de infraestrutura beneficia Fercal


Calçamento e criação de praças e áreas de lazer estão entre as melhorias que deverão estar prontas ainda este semestre

 A região administrativa da Fercal, criada oficialmente em 2012, recebe este mês um pacote com 17 obras de infraestrutura, em execução ou licitadas, que contempla a construção de quadras poliesportivas, praças e calçadas - os investimentos beneficiarão 30 mil habitantes.

"Essa é uma área muito carente do DF e que precisa de um pouco mais de atenção como esta que estamos dando agora. Estamos muito esforçados em melhorar a vida da população e nunca se teve tantas obras por aqui", ressaltou hoje o administrador regional Alexandre Yañez.

Entre as benfeitorias está a reforma das quadras esportivas da Rua do Mato e dos bairros Catingueiro, Bananal e Boa Vista, obras em andamento e com previsão de conclusão em um mês.

A Rua do Mato, a parte Fercal Oeste e o Córrego do Ouro ganharão Pontos de Encontro Comunitários (PEC), e a Praça do Engenho Velho será reformada, com a colocação de grama e calçamento, obra orçada em R$140 mil.

A população receberá cinco parques infantis distribuídos pela Praça Central e bairros Queima Lençol, Bananal, Catingueiro e Boa Vista – três deles custarão cerca de R$150 mil e os outros dois serão construídos com verbas da Novacap.

Ainda na Fercal Oeste e no Queima Lençol serão construídos 1,2 mil metros lineares de calçadas, um investimento de R$140 mil.

APROVAÇÃO – Para Darcino Pereira, de 47 anos, morador da cidade há 22 anos, a Fercal "passa por um momento de grandes realizações que sempre foram pedidas pelo povo".

Ele destacou, ainda, que o avanço mais significativo que ocorreu na cidade até agora foi a mudança na qualidade da água, que antes era salobra e passou a ser tratada, a partir da parceria da administração regional com a Caesb.

"A água era de poço e como temos muitas pedras calcárias por aqui, não era boa. Começamos a evoluir com muita rapidez depois que viramos região administrativa e a tendência é só melhorar", opinou.

As obras da cidade, além contribuirem com a qualidade de vida da população, beneficiam seis detentos da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap), que prestam serviços para a administração como pedreiros.

Preso há cinco anos por tráfico de drogas, G.A.S., 32 anos, está há dois meses no regime semiaberto e participa da construção dos equipamentos públicos da Fercal, ação que, segundo ele, representa uma mudança de vida.

"Esse trabalho é a minha reintegração, já que estou reaprendendo a conviver. Fui preso três vezes pelo mesmo crime, mas dessa vez vejo que é uma experiência diferente que me fez mudar o comportamento e a forma de ver o mundo", contou.

A cada três dias trabalhados, os detentos -que cumprem pena por assalto, tráfico de drogas e latrocínio- têm um dia de redução da pena e recebem, ainda, R$680 como salário, além de vale-transporte e alimentação.

Todas as melhorias, segundo o administrador, devem ser concluídas até o final deste ano.

Mais Cultura

0 comentários