DF alcança marca de 100 homicídios a menos que em 2012

Ocorreram 522 mortes violentas entre 1º de janeiro e 13 de outubro deste ano, contra 622 no mesmo período do ano passado

Levantamento divulgado hoje pela Secretaria de Segurança Pública aponta que foram registrados 522 homicídios  entre 1º de janeiro e 13 de outubro deste ano, contra 622 no mesmo período do ano passado, queda de 100 homicídios, levando o Distrito Federal a uma marca simbólica na luta contra a criminalidade. 
  "Ao registrarmos essa importante redução de 100 homicídios neste ano, temos a certeza de que seguimos na direção certa, pois mantemos os índices em queda. Com o programa 'Ação Pela Vida', que prega a integração entre as forças de Segurança, estamos vencendo a criminalidade", destacou o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar.
 O secretário de Segurança destacou, ainda, que a partir deste balanço de mortes violentas, o DF sustenta uma média diária de 1,4 homicídios, percentual inferior à média histórica dos últimos 10 anos, que aponta uma média de dois assassinatos por dia.
  "Conseguimos aumentar ainda mais a margem de redução nos casos de homicídios e com isso foram 100 assassinatos a menos este ano, em relação ao ano passado", ressaltou Avelar.
 Além disso, os crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) também apresentaram redução significativa entre janeiro e setembro, com redução de 47%, com 34 casos em 2012 e 18 registros neste ano.
 Outra importante marca foi alcançada no mês de setembro deste ano, quando o DF registrou o menor índice mensal de homicídios ao longo do ano, com 43 mortes violentas registradas – uma redução de 36,7% em comparação às 64 ocorrências registradas no mesmo período do ano passado, segundo levantamento divulgado pela Secretaria de Segurança Pública do DF.


Mais Cultura

0 comentários