3º Ambiente de Mercado impulsionará negócios na área do audiovisual

por - 16:25

Evento que integra Festival de Cinema começa nesta segunda-feira (25) e reúne realizadores, players e importantes agentes internacionais. Inscrições estão abertas

Resultado de imagem para 52 Festival de Brasília do Cinema Brasileiro
A 3ª edição do Ambiente de Mercado, dentro do 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, reunirá, a partir desta segunda-feira (25) no Espaço Cultural Renato Russo (508 Sul), produtores, curadores de grandes festivais internacionais, financiadores, desenvolvedores de games, agentes públicos, distribuidores, agentes de vendas, TVs e plataformas de VOD, entre outros, a fim de impulsionar as possibilidades de negócios do audiovisual para o mercado nacional nos próximos anos.

Com a adesão de mais de 30 relevantes players brasileiros e internacionais, entre eles Netflix, Amazon, Fox e Globo Filmes, a 3ª edição do Ambiente de Mercado consolida Brasília como importante polo audiovisual no país. Trata-se de uma oportunidade para realizadores encontrarem alguns dos maiores compradores de conteúdos, por meio de rodadas de negócios, clínicas, workshops, aulas abertas e pitchings, além de conhecerem a atuação desses players no mercado e experiências negociais bem-sucedidas.

Nesta edição, em parceria com o Sebrae, estão previstas atividades como: clínicas de marketing audiovisual, de roteiro e de comercialização para o mercado internacional; os estudos de caso, lançamento no Brasil do filme Rafiki e do projeto transmídia Na Terra dos Ekitumans; treinamento para pitchings; conversas com players e rodadas de negócios, além de aulas abertas.

As atividades do 3º Ambiente de Mercado são pagas. Para participar, é necessário adquirir o Passaporte Mercado. Acesse https://festivaldebrasilia.com.br/ambientedemercado e confira as informações.

Saiba como estão distribuídas as atividades do Ambiente de Mercado:

Clínicas – 25 de novembro

Clínica de Marketing Audiovisual (Felipe Lopes)
Discutir oportunidades no mercado audiovisual do ponto de vista da distribuição; pensando o público para o projeto desde o início; posicionamento, engajamento e estratégias de comunicação. Como definir o público-alvo, estimativas de público e estratégias de janelas.

Clínica de Roteiro (Leo Garcia)
Realização de uma leitura e análise levando em conta pontos como: Conceito, Estrutura Dramática, Tramas, Personagens, Diálogos e Sugestões criativas. O objetivo é que o autor tenha as ferramentas para retrabalhar o seu roteiro.

Clínica Comercialização para o Mercado Internacional (Mary Morita)
Neste encontro, produtores poderão discutir estratégias de negociação, vislumbrando o melhor desempenho de suas obras no mercado internacional.

Estudo de Caso: Na Terra dos Ekitumans (com Márcio Moraes) – 25 a 27 de novembro
Na Terra dos Ekitumans, com Márcio Moraes, da Tree House Studios: A instalação multissensorial imersiva O sumidouro de Ágreda reconstrói um dos cenários da Terra dos Ekitumans, mergulhando o participante em sensações físicas e emocionais. O público é convidado a interagir com cores, imagens, odores, texturas e sons em um ambiente imprevisível e instigante, através de estruturas físicas, realidade virtual e aumentada. O Lounge Ekituman apresenta artes conceituais do universo do projeto Na Terra dos Ekitumans.

Estudo de Caso: Rafiki (Com Paula Gomes) – 25 a 27 de novembro
Olhar Distribuição apresenta: Um estudo de caso sobre o lançamento no Brasil do filme Rafiki. A Olhar compartilha a experiência de lançar um filme estrangeiro de fora do eixo com um baixo orçamento. Quais foram os desafios para mobilizar e engajar o público; suas estratégias de comunicação; e a parceria para codistribuir o longa com a IPcine.

Workshops

• Clearance: licenciando conteúdo de terceiros que se inserem na sua obra, com Paula Tupinambá


• Teorias de séries: desenho de temporada, com Julia Priolli

• Treinamento para os Pitchings (apenas para os projetos selecionados), com Victor Lopes

Aulas abertas

• Potências negras: um olhar de mercado, com Fernanda Lomba

• Como vender para streaming – O trabalho do agregador, com Fabriccio Annunciato (ETC Filmes)

• Lançamento Nicho 54

• Empreender no cinema, com Caio Gullane

Conversas com players

• Arte 1, representado por Janaína Tadeu

Joana Brea, dos Amazon Studios, que desenvolve programas de televisão e filmes

• Paris Filmes, representada por Ricky Hiraoka

• Coração da Selva, representada por Luciano Patrick

• Discovery Kids, representado por Tatiana Borges

• Telecine, representado por Gabriel Cohen

• Amazon Studios, representada por Joana Brea

Rodadas de Negócios

• Academia de Filmes, representada por Priscila Azevedo

• Amazon Studios, representada por Joana Brea

• Arte 1, representado por Janaína Tadeu

• Boutique Filmes, representada por Gustavo Mello

• Canal Brasil, representado por Marina Pompeu

• Coração da Selva, representado por Luciano Patrick

• Canal Curta!, representado por Marina Kezen

• Descoloniza Filmes, representado por Ibirá Machado

• Discovery Kids, representado por Tatiana Borges

• Elo Company, representada por Gabriela Souza

• FiGa Films, representada por Sandro Fiorin

• Fox, representada por Julia Priolli

• Globo Filmes, representada por Carolina Rapp

• GloboNews, representada por Luiz Eduardo Garcia

• Livres Filmes, representada por Carla Osório

• NBC Universal, representada por Ana Cristina Paixão

• Netflix, representada por Adrien Muselet

• O2 Play, representada por Margot Brandão

• Olhar Distribuição, representada por Paula Gomes

• Paris Entretenimento, representada por Ricky Hiraoka

• Paris Filmes, representada por Ricky Hiraoka

• RT Features, representada por Felipe Poroger

• RTP, representada por Alice Milheiro

• Sesame Workshop, representada por João Amorim

• Telecine, representado por Gabriel Cohen

• Vitrine Filmes, representada por Felipe Lopes

One to Many

• Daniela Persico – Locarno Film Festival

• Diego Lerer – Festival de Cannes

• Juan Manuel Domínguez – BAFICI

• Sandro Fiorin – FiGa Films

O Festival

O mais antigo e tradicional festival do cinema brasileiro chega em 2019 à 52ª edição. Entre 22 de novembro e 1º de dezembro, o Festival de Brasília exibe longas e curtas-metragens distribuídos entre Mostra Competitiva – com prêmios em dinheiro e Troféu Candango para todas as categorias –, Mostra Brasília BRB de Cinema e mostras paralelas.

Além das projeções na tela do Cine Brasília, ações formativas para o aprimoramento de profissionais do audiovisual ocupam espaços na cidade e em regiões administrativas do DF.

Em 2019, o Ambiente de Mercado oferece atividades como pitchings, workshops e rodadas de negócios com grandes nomes nacionais e internacionais do setor, além de importantes discussões sobre políticas públicas do audiovisual.

Realizada pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, em parceria com o Instituto Alvorada Brasil, a 52ª edição do evento tem como tema Afirmação do Cinema Nacional, cujo objetivo é amplificar o potencial do Festival de Brasília como vitrine e oportunidade para o fechamento de novos negócios na área do audiovisual.

Todas as informações do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro estão disponíveis em www.festivaldebrasilia.com.br<http://www.festivaldebrasilia.com.br/>.<x-apple-ql-id:///word/document.xml>

Mais Cultura

0 comentários