Sai nomeação de diretores das escolas públicas

Os gestores foram eleitos pela comunidade escolar em novembro do ano passado. Eles ficarão por dois anos nos cargos

Resultado de imagem para diretores das escolas públicas df
Foram publicadas nesta quinta-feira (2/1), no Diário Oficial do DF, as nomeações dos diretores e vice-diretores eleitos nas votações realizadas em 27 novembro de 2019. Os mandatos que se iniciam são de dois anos e seguem até 31 de dezembro de 2021. 

As comunidades escolares compareceram em peso às unidades de ensino para participar do processo eleitoral. Das 551 chapas únicas inscritas, 538 foram referendadas. Outras 109 foram vencedoras em unidades escolares que concorreram com mais de uma chapa inscrita.

Em apenas 13 escolas as chapas não foram referendadas ou não houve quórum suficiente, o que representa somente 1,9% do total de escolas em que houve pleito. 

Em outras 23 unidades escolares não houve chapas inscritas, portanto não foram realizadas eleições. Nessas escolas, a Secretaria de Educação nomeou os gestores. Até maio de 2020 devem ser realizadas novas eleições.

Caso não haja novamente candidatos ou o quórum não seja atingido (50% de professores e servidores e 10% de pais, mães, responsáveis e estudantes), os gestores indicados permanecerão até dezembro de 2021.

Veja aqui o decreto da nomeação.

Mais Cultura

0 comentários